Cidades

Homem fica com ciúme ao ver garota de programa com outro cliente e mata 6 pessoas em boate

O cabeleireiro fazia trabalhos extras de segurança e tinha habilidade com a arma; ele é casado e tem um filho.

Reprodução/EPTV
Suspeito tinha a intenção de ficar com Dione da Silva Lima, de 30 anos, que acabou sendo morta a tiros

Após se irritar por ver uma prostituta com outro cliente, um homem matou seis pessoas em uma boate em Jaboticabal, em São Paulo, na madrugada desta quinta-feira. De acordo com a Polícia Civil, William Roberto Ferreira Costa, de 27 anos, chegou ao local, chamado Léo Drinks Bar, e ficou enciumado ao perceber que sua garota de programa "preferida" já estava com outro cliente, um empresário conhecido da cidade. Ele é casado e tem um filho.

Ele, então, foi ao seu carro e buscou um revólver, por volta das 22h30, retornou à casa noturna e iniciou os disparos. A Polícia Militar foi acionada por volta da meia-noite desta quinta-feira. No episódio, morreram um segurança, a garota de programa com quem ele queria se relacionar, o empresário com quem ela estava, duas outras funcionárias da casa e a dona da boate, dona Leonilda Lucindo, de 71 anos.

As demais pessoas conseguiram fugir do local. O suspeito fugiu da boate, mas deixou seu carro estacionado lá, o que permitiu que a polícia rapidamente identificasse o suspeito pela chacina.

O suspeito de matar seis pessoas dentro de uma casa de prostituição se entregou para a Polícia Civil na tarde desta quinta-feira (22). O cabeleireiro William Roberto Ferreira Costa, 27 anos, ainda não foi ouvido, mas saiu com policiais em busca da arma do crime em um matagal nas proximidades do bordel.

 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.