Cidades

Goiás terá cinco novos presídios e ampliação de três unidades em 2017

Em 2017, serão entregues novas unidades de Anápolis, Formosa, Águas Lindas e Novo Gama, com capacidade de 300 vagas cada uma

Cristina Cabral
Presídio em construção em Anápolis será o primeiro administrado por OS

A Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária (SSPAP) informou que ampliará as ações de fortalecimento do sistema penitenciário goiano em 2017. Um dos principais objetivos é fazer valer a cultura da efetividade das penas. Neste ano de 2017, serão entregues os presídios de Anápolis, Formosa, Águas Lindas e Novo Gama, com capacidade de 300 vagas cada um. Estão sendo ampliadas as unidades de Jataí (86 vagas), Uruana (50 vagas) e Planaltina (86 vagas) com previsão de conclusão das obras no curto prazo.
 
Cerca de R$ 76,4 milhões já foram liberados pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), órgão do Ministério da Justiça, e também por meio de emendas parlamentares e convênios.
 
Parte dos recursos, cerca de R$ 27,9 milhões, serão utilizados para a construção do novo presídio de Planaltina, no Entorno do Distrito Federal. A mesma quantia será empregada na aquisição de equipamentos e projetos de ressocialização em todas as unidades prisionais do Estado.
 
Cerca de R$ 14,8 milhões – liberados em convênio -, serão investidos em infraestrutura do Centro Integrado de Inteligência (CICC), área responsável pelas ações de inteligência da SSPAP. Outros R$ 5 milhões serão aplicados na modernização do sistema de radiocomunicação.
 
As unidades que investigam homicídios receberão R$ 450 milhões da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), enquanto a Casa do Albergado contará com R$ 327 mil para sua revitalização (R$ 250 mil são de emenda do deputado federal Fábio Sousa e R$ 77 mil do Tesouro Estadual).
 
A pasta informou que há ainda o projeto de construção de unidade prisional com capacidade para até mil detentos, em Senador Canedo, por meio de parceria do Ministério Púbico, empreendedores do ramo de construção civil e prefeitura de Senador Canedo. Também estão em fase final os estudos para construção da nova unidade prisional que vai substituir o Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.
 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.