Cidades

“Fui tomado por profunda indignação”, diz juiz sobre imagens do corpo de Cristiano

Cristiano Araújo

Na decisão que autorizou a retirada do vídeo com cenas da preparação do corpo do cantor Cristiano Araújo das páginas do Google e Facebook, o juiz William Fabian, da 3ª Vara de Família de Goiânia, alegou “profunda indignação” com as imagens, consideradas por ele de “extremo desrespeito para com os falecidos e suas famílias”.

No texto, o juiz expõe seu descontentamento com as imagens vazadas, apontando ainda que a divulgação do corpo do cantor nos procedimentos de autópsia e preparação tem o propósito de “constranger seus familiares e herdeiros, os quais têm o direito de que as últimas imagens de seus entes queridos, a figurar na imprensa e nas redes sociais, não sejam aquelas que exponham os violentos traumas ocasionados nas vítimas pelo acidente automobilístico”.

A decisão liminar ainda define que, caso haja o descumprimento da medida pelo Google e Facebook, será aplicada multa no valor de R$ 10 mil por cada dia de desobediência.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.
ASSINE JÁ