Cidades

Filho de tenente-coronel da PM é morto com tiro acidental em churrasco

Amigo de infância que é policial militar mostrava arma quando ocorreu o disparo

Reprodução/Facebook

Diogo Belentani, de 21 anos, morreu após ser atingido por um tiro de uma pistola ponto 40 quando participava de um churrasco em Araçatuba, São Paulo, na noite de sábado (15). A vítima era filho do atual comandante interino do Policiamento do Interior 10 (CPI-10), o tenente coronel Armando Belentani Filho.

O autor do disparo é amigo de infância e policial militar em Botucatu (SP). Ele estava mostrando a arma quando houve o disparo e Diogo foi atingido no peito. O jovem, que fazia cursinho e se preparava para prestar medicina, foi socorrido e levado ao pronto-socorro da Santa Casa do município, mas já chegou morto ao local.

Amigos e familiares estavam inconformados no velório do jovem que foi realizado em uma capela particular de Araçatuba. O corpo de Diogo foi cremado no final da tarde em cerimônia íntima.

O autor do disparo, Vinícius Oliveira Coradim foi levado até uma delegacia, pagou fiança no valor de R$ 1,5 mil. O policial vai responder por homicídio culposo e deverá ser afastado dos serviços operacionais da PM.

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.