Cidades

Comandante do Bope diz que vândalos serão presos

Polícia vai identificar aqueles que se aproveitaram de um direito legítimo da população para cometer atos criminosos, explicou Urzêda.

Reprodução

Em entrevista ao POPULAR, o comandante do Batalhão de Operações Especiais (Bope), Welington Urzêda Mota, afirmou que as pessoas que praticaram vandalismo no protesto de hoje na GO-070 serão identificadas e presas pela Polícia Civil. 

“O delegado e os agentes do 22º DP filmaram e fotografaram. Eles irão identificar aqueles que estavam manifestando, que é de direito, e aqueles que usaram isso para cometer incêndios e depredação criminosa. Se as pessoas voltarem a fazer isso e a Polícia Militar identificar, elas serão presas também”, afirmou.

A Polícia Militar trabalha com a possibilidade da situação do transporte coletivo na região não ser restabelecida após a reunião na tarde desta segunda-feira (21) entre moradores e representantes da CMTC.

“O coronel Silva já determinou um planejamento urgente dos comandos envolvidos diretamente neste fato para que amanhã, se por acaso não se chegar a um termo comum ou se algumas pessoas não ficarem satisfeitas, a gente esteja preparado e evite que o que aconteceu hoje ocorra novamente. A PM deve tomar o terreno primeiro que os manifestantes”, completou.

 

Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.