Magazine

O maior arraial

Campina Grande realiza uma festa de São João considerada a maior do mundo

Costuma-se dizer que a Bahia é o templo do axé, que o frevo nasceu e se criou em Pernambuco, que o carnaval é a marca mundial do Rio de Janeiro e que São Paulo é uma cidade multicultural. No Nordeste, entretanto, quando se fala em festejos juninos, pode cravar, sem medo de errar, que o destino é a Paraíba. O Estado garante ter o maior São João do mundo, realizado na cidade de Campina Grande, a 168 km da capital João Pessoa. A festa se prolonga por exatos 30 dias, com 500 atrações e mais de 2 milhões de pessoas curtindo todos os estilos de música. Tem até espaço para o sertanejo.

As festas de São João na Paraíba realmente têm sido um diferencial para atrair cada vez mais turistas. Tanto assim, que cidades como Bananeiras e Areia, localizadas no Brejo paraibano e próximas a Campina Grande, ficam com os hotéis lotados em todos os finais de semana do mês de junho e nas duas primeiras semanas de julho. Seguindo rumo ao Sertão, o município de Santa Luzia (a 263 km da capital) também tem um dos melhores festejos juninos do Nordeste, a exemplo do que acontece em Cajazeiras (a 480 km de João Pessoa).

O São João, além de transformar diversas cidades em verdadeiros arraiais, faz girar a economia, através da geração de empregos e renda. E olha que não são poucos. Somente em Campina Grande, para exemplificar, são criados mais de 2 mil empregos temporários, que fazem injetar na economia mais de R$ 25 milhões, como contabilizou a prefeitura no ano passado. Foram quase 2 milhões de pessoas curtindo a festa em 2010 e a previsão para este ano é de chegar a 2,5 milhões de pessoas durante todos os 30 dias de festa.

A energia dos festejos juninos tem contagiado tanto as pessoas na Paraíba, que até mesmo João Pessoa, que tem a imagem de cidade pacata, de seis anos para cá começa a se revelar como um excelente destino para se curtir as festas. Localizada a menos de uma hora de viagem de Campina Grande, a capital paraibana passou a acomodar em seus hotéis grande parte dos turistas que sobem para a Serra da Borborema. Isto é, curtem as belas praias urbanas da capital e do litoral sul durante o dia, e à noite vão se divertir ao som dos trios elétricos e bandas de forró eletrônico – há espaço para todos.

De olho nesse público, a Prefeitura de João Pessoa passou a promover um São João praticamente do mesmo nível dos do interior do Estado, contratando bandas e artistas regionais, sempre puxados por uma grande atração nacional. Em 2011, artistas do porte de Alceu Valença e Gilberto Gil já estão confirmados e vão dividir as atenções com Zé Ramalho, Antônio Barros e Cecéu, e as bandas Magníficos, Aviões do Forró e Ferro na Boneca, entre outros.

Fotos: César di Cesário e Augusto Pessoa
As tradicionais quadrilhas são um espetáculo que atrai turistas de várias partes do País para as festas de São João realizadas na Paraíba
Comentários
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.